Ingressos para o Museu do Ipiranga serão R$ 30; gratuidade foi prorrogada até março

Devido à grande procura de público, os concorridos ingressos para o Museu do Ipiranga estão com gratuidade novamente estendida, desta vez até o mês de março de 2023 – período que pode ser prorrogado. A entrada franca vem se renovando desde a reinauguração, mas o vice-diretor do espaço cultural, Amâncio Jorge de Oliveira, afirmou que, quando começarem a cobrar, o valor dos ingressos será de R$ 30, com o benefício da meia-entrada (R$ 15) garantido por lei.

A informação veio através de uma entrevista concedida à rádio Band News FM, em setembro de 2022. O museu vem estendendo a gratuidade a cada dois meses a partir da reabertura e, segundo Amâncio, existe uma preocupação em continuar buscando patrocinadores que apoiem a instituição. Ainda na entrevista, ele reforçou que haverá uma política de entrada franca para alunos e professores da rede pública, além de manter a entrada gratuita ao menos uma vez por mês, após o início da cobrança.

Semanalmente, às sextas-feiras, 10h, são oferecidos tickets de visitação para os próximos 15 dias. Recomenda-se o cadastro na plataforma Sympla antes do horário. O Museu funciona de terça-feira a domingo, das 11h às 17h. Em função do aumento no número de pessoas com sintomas gripais e diagnósticos positivos de infecção pelo coronavírus nas últimas semanas, o uso de máscara voltou a ser obrigatório.

Na bilheteria do museu também são ofertados ingressos, desde dezembro. O horário de entrada para quem retira o bilhete no local será sempre em meia-hora, a partir do horário de abertura: 11h30, 12h30, 13h30, 14h30 e 15h30. Ou seja: são 5 janelas de horários liberados.

Mais de 100 mil pessoas visitaram o patrimônio cultural desde setembro de 2022.

Como funciona

Por enquanto, todos os ingressos se mantêm gratuitos. A abertura de lotes, com volume médio de 18 mil ingressos semanais, acontece sempre às sextas-feiras, às 10h, mas se esgotam rapidamente. É permitida a retirada de até 4 ingressos por CPF. Crianças acima dos seis anos precisam constar no cadastro também.

Segundo a assessoria da instituição, o intuito é ampliar a oferta de ingressos para 3 mil unidades diariamente a partir deste ano.

Tanto a distribuição dos ingressos gratuitos quanto as futuras compras de ingressos pagos poderão ser feitas on-line, através do site: https://bileto.sympla.com.br/event/76521/d/159161. O aplicativo da plataforma Sympla também é uma opção para tentar a sorte nos ingressos.

Dicas práticas

  • Recomendamos que faça o download do app antes da data e já preencha os dados cadastrais;
  • Tenha em mente mais de uma data para visitação, assim não perderá tempo quando encontrar ingressos disponíveis;
  • As primeiras datas disponíveis e o primeiro final de semana costumam ser as datas mais concorridas;
  • Tenha anotado os documentos dos demais visitantes que irão com você;
  • Crianças com até 6 anos não precisam de ingresso na hora de cadastrar;
  • Se você não conseguir ir na data escolhida, basta repassar o ingresso digital a algum conhecido. Não precisa alterar os dados; 
  • A demanda é alta e os ingressos são gratuitos, então a distribuição é uma tentativa e não uma certeza de que você vai conseguir;
  • Não é possível entrar no Museu sem ingresso, mas o jardim francês e o bosque atrás do edifício ficam abertos para a população;

Doação de alimentos

Até março deste ano, quem visitar o Museu do Ipiranga também pode contribuir para a campanha Ação Contra a Fome, através do Programa Mesa Brasil Sesc São Paulo. A participação é espontânea – a falta de doação não impedirá a entrada no Museu. 

O Mesa Brasil é um programa de combate à fome e ao desperdício que conecta empresas doadoras e instituições sociais. Diariamente, as equipes fazem a coleta de doações e entregam alimentos que completam as refeições servidas para pessoas em situação de vulnerabilidade social, em veículos caminhonetes, buscando minimizar a fome, a insegurança alimentar e o desperdício de alimentos.

A campanha visa arrecadar alimentos não perecíveis, que são aqueles que podem ser armazenados em temperatura ambiente e consumidos até a data de validade. São alimentos importantes como ingredientes de uma alimentação adequada e saudável de uma família. A campanha aproveita para conscientizar a população sobre a importância da doação responsável, com itens de qualidade, facilmente coletados e dentro da validade.

O que doar: alimentos não perecíveis, embalados no prazo de validade comoarroz, feijão, macarrão, óleo, leite em pó, sardinha em lata, milho em lata, ervilha em lata, molho de tomate e farinha de trigo.

Os mantimentos arrecadados serão distribuídos às instituições sociais de São Paulo cadastradas e beneficiadas pelo programa, como creches, atendimento a crianças e jovens, abrigos, centros de acolhida para pessoas em situação de rua, centros de convivência para idosos, entre outros. Saiba mais sobre o programa em

www.sescsp.org.br/doemesabrasil

Written by

Ipiranga Feelings

3 thoughts on “Ingressos para o Museu do Ipiranga serão R$ 30; gratuidade foi prorrogada até março

  1. Moro em Ubatuba. Estarei vem são Paulo 18 e 19, não consigo ingresso desde da inauguração no aguardo. 12 9825 5656 Carlos Alberto de Souza Mendes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Petiscos do Comida di Buteco no Ipiranga Ator da Globo abre gastrobar no Ipiranga MST abre sacolão popular na Mooca CPI da Enel quer relatos da população
Petiscos do Comida di Buteco no Ipiranga Ator da Globo abre gastrobar no Ipiranga MST abre sacolão popular na Mooca CPI da Enel quer relatos da população