Ipiranga tem sala de cinema com filmes atuais a R$ 4

Em um passado nem tão distante, o Ipiranga detinha um número bem considerável de cinemas de rua, chegando a ter mais de 10 endereços espalhados pelas ruas. Acontece que, ainda hoje, o bairro conta com uma sala de cinema, exibindo filmes atuais pelo preço popular de R$ 4 o ingresso.

A opção de lazer, cultura e entretenimento fica dentro da Biblioteca Roberto Santos, que é temática, tendo a sétima arte como principal núcleo do acervo. O nome presta homenagem ao premiado diretor, roteirista e produtor de cinema paulistano, tendo no currículo os filmes A hora e a vez de Augusto Matraga (1965), O homem nu (1968) e Quincas Borba (1987).

No local estão guardados filmes nacionais e internacionais conhecidos, raros, e/ou de valor histórico, incluindo um grande volume de títulos franceses e norte-americanos. Alguns diretores brasileiros cederam suas obras à biblioteca, das quais não possuem DVD ou qualquer outro tipo de material físico acessível.

A nível de pesquisa, o público pode consultar obras de cineastas e artistas icônicos, como Charles Chaplin e Alfred Hitchcock. Filmes de variadas vertentes, de comédia a documentários, do Japão ao Irã, estão disponíveis.

A biblioteca temática reúne 8 cabines para consulta audiovisual, mais de 1.000 DVDS na filmoteca e mais de 1.200 livros sobre cinema

Para além do acervo temático, existe ainda uma gama considerável de literatura infantil, jovem e adulta entre as prateleiras. São 49.000 itens no total, incluindo livros, revistas, documentos, periódicos e multimídia, que podem ser consultados pessoalmente ou on-line no Sistema Municipal de Bibliotecas.

Em 2011, foi instalada uma sala de cinema da SP Cine dentro do equipamento municipal, fortalecendo ainda mais os laços com o mundo cinematográfico. Depois de um período fechado em virtude da pandemia do coronavírus, a sala reabriu em grande estilo, já trazendo novidade.

A temporada de cada filme é bem curta, então é preciso estar atento à programação.

Na reabertura, está em cartaz o drama brasileiro Doutor Gama (2021), que retrata a vida de Luiz Gama, um dos personagens mais importantes da história brasileira, homem negro que utilizou as leis e os tribunais para libertar mais de 500 escravos.

Nascido de ventre livre, Gama foi vendido como escravo aos 10 anos de idade para pagar dívidas de jogo de seu pai. Mesmo como escravo, se alfabetizou, estudou e conquistou sua própria liberdade, se tornando um dos mais respeitados advogados de sua época, um abolicionista e republicano que inspirou um país inteiro.

Onde: Rua Cisplatina, 505 – Ipiranga

Funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado das 10h às 17h (o horário se estende apenas para a sala de cinema, caso haja sessão)

Horários do filme em cartaz: dias 11, 12, 14 e 15 de setembro, sempre as 19 horas.

Ingresso: R$ 4,00 (inteira); R$ 2,00 (meia)

Toda terça, quarta, quinta e sexta-feira todos os clientes pagam o valor da meia-entrada, sem necessidade de comprovação do benefício para as duas primeiras sessões do dia.

Regras:

  • Os ingressos são distribuídos sempre com uma hora de antecedência ao início das sessões. Chegue cedo para garantir o seu e pegar um bom lugar.
  • A distribuição é feita por ordem de chegada. Não são permitidas reservas.
  • É possível retirar até dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da sala.
  • Para não atrapalhar o público que já está vendo o filme, o limite para retirada de ingressos é de até 30 minutos após o início da sessão (ou quando atingir a lotação da sala).

Todas as fotos: divulgação/Biblioteca Roberto Santos

0 Comments

Deixe um comentário