Debaixo d’água: alunos denunciam problemas estruturais na ETEC Getúlio Vargas

Uma das escolas técnicas mais tradicionais de São Paulo acaba de ser denunciada por alunos. Localizada no bairro Ipiranga, a ETEC Getúlio Vargas está com diversos problemas estruturais, como goteiras, que vêm atrapalhando a rotina e o aprendizado dos estudantes.

Depois de uma chuva intensa que alagou toda a região nesta terça-feira (7), os alunos se mobilizaram para chamar a atenção das autoridade sobre e buscar soluções. Um membro do Grêmio estudantil Atena entrou em contato com o IpirangaFeelings para relatar a situação.

Com a falta de manutenção e a estrutura precária, surgiram inúmeros vazamentos e acúmulos de água dentro da unidade. Há imagens de goteiras em luminárias das salas de aula, o que resulta em perigo para todos os estudantes, correndo risco de incêndio.

ETEC Getúlio Vargas durante a chuva

Com o alagamento, os alunos não conseguem manter os estudos. Foram também impedidos de entrar ou sair pois havia um grande volume de água bloqueando o acesso.

“Os alunos estão implorando por ajuda. Até risco de curto circuito estamos tendo nas salas de aula. As goteiras são um problema antigo, mas hoje foi o pior dia de todos”, declarou uma aluna que quis manter o anonimato ao IpirangaFeelings.

Também foi relatado um apagão, que cancelou as aulas, atrasando os aprendizados. Os estudantes não se sentem ouvidos pela direção, alegando que a mesma diz não ter tempo para tratar de todos os assuntos acerca da unidade.

Os alunos do Grêmio relataram ainda uma lista de outros problemas: infiltração, retenção de água dentro dos locais cobertos, rachaduras nas paredes, fiação esposta, janelas quebradas, salas sem ventilação ou ventiladores, escadas sem qualquer segurança que molham com a chuva, Banheiros sem estrutura e manutenção adequada, área de merenda descoberta.

A ETEC José Rocha Mendes é outra que relatou casos de inundação. Na tarde de quarta-feira (8), o Centro Paula Souza emitiu uma nota ao IpirangaFeelings, alegando que está tomando providências sobre o caso:

“O Centro Paula Souza informa que, logo após o temporal que caiu ontem (7), na capital, a Etec Getúlio Vargas tomou as providências de manutenção e limpeza na unidade. As aulas de hoje (8) ocorrem normalmente. A Etec passa por uma reforma na infraestrutura e os reparos no telhado serão feitos após o período de chuva, para assegurar a troca e fixação das novas telhas.”

Problemas até na merenda

Outra questão relatada é que neste ano neste ano estão com dificuldades até para se alimentar. A ETEC está reformando o local onde fica uma pequena cozinha, de uso dos alunos. Assim, não há como esquentarem a comida trazida de casa.

Apesar de oferecer merenda e lanche, a ETE GV, como é chamada, acaba dificultando a rotina de quem, por quaisquer razão, opta por levar a própria refeição. O local também tem um restaurante por quilo, que é pago.

Imagens enviadas pelo Grêmio Estudantil Atena

Written by

Ipiranga Feelings

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CPI da Enel quer relatos da população Caravana de Natal da Coca-Cola começa em SCS Conheça o Coworking público do Ipiranga Virada Esportiva no Ipiranga acontece dias 28 e 29 de outubro
CPI da Enel quer relatos da população Caravana de Natal da Coca-Cola começa em SCS Conheça o Coworking público do Ipiranga Virada Esportiva no Ipiranga acontece dias 28 e 29 de outubro