Prefeitura quer impulsionar hortas urbanas em São Paulo com aporte de R$ 30 mil

Com o objetivo de impulsionar hortas urbanas e Espaços de Práticas Agrícolas (EPAs), a Prefeitura de São Paulo vai selecionar até 20 organizações do nicho pelo programa Sampa+Rural – Acelerando Hortas. Cada projeto receberá mentoria e orientação gerencial durante seis meses e, ainda, um aporte financeiro no valor de R$ 30 mil para auxiliar na solução de problemas específicos e aplicação de tecnologias.

Operado pela Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa), a aceleração integra o programa Sampa+Rural, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. O programa possui um pacote de ações para fortalecer e expandir a agricultura do município, na zona urbana e na zona rural, que ocupa 28% do território da cidade. Para saber mais sobre o programa e todas as suas iniciativas acesse aqui.

“A Prefeitura de São Paulo tem como objetivo apoiar os pequenos negócios, principalmente os de regiões mais afastadas e vulneráveis. O programa chega para fomentar e fortalecer as entidades que atuam no setor, pensando especialmente na promoção do acesso à alimentação saudável para as periferias da cidade”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Foto: IpirangaFeelings

Além de impulsionar as organizações por meio do apoio financeiro e orientação, o programa Sampa+Rural – Acelerando Hortas tem o objetivo de apoiar na implementação de tecnologias sociais e/ou sustentáveis e melhorias que promovam o aumento da geração de renda, capacidade produtiva, de logística e comercialização dos agricultores. Além disso, busca permitir o acesso a alimentos mais seguros e saudáveis pela população periférica por meio de circuitos curtos, estimular a permanência de agricultores na prática agrícola garantindo o aproveitamento de espaços ociosos, gerando inclusão social e produtiva e ambientes mais verdes e sustentáveis.

Para participar, os projetos devem estar presentes em locais onde acontecem atividades sociais de cultivo, produção e processamento de gêneros alimentícios ou não alimentícios. As propostas devem ser apresentadas por entidades privadas sem fins lucrativos e sociedades cooperativas.

Cada organização poderá apoiar inscrevendo até três espaços por proposta e deverá apresentar uma solução para um problema real enfrentado e que possa ser solucionado a partir da adoção de tecnologias sociais e/ou sustentáveis, com capacidade de implementação e potencial de ser aplicado em outros locais.

Após selecionados, os projetos deverão garantir a realização de atividades de impacto positivo na comunidade local que contribuam para a redução da vulnerabilidade populacional, a promoção de inclusão socioeconômica; a promoção de sistemas alimentares sustentáveis (orgânicos e agroecológicos); ações com a comunidade local (educação ambiental, educação alimentar, doação de alimentos, profissionalização, cursos, etc.); e realização de boas práticas ambientais (gestão de resíduos, conservação de solo, manutenção de áreas preservadas, reuso de água etc).

“Com o Programa Sampa+Rural – Acelerando Hortas, a Ade Sampa e a Prefeitura de São Paulo dão mais um passo nas políticas públicas desenvolvidas para a cidade e agora com um foco ainda maior na agricultura agroecológica. O setor, além de possuir uma forte interação entre as comunidades produtivas e a sociedade civil, desempenha um importante papel na produção de alimentos e geração de emprego e renda nas zonas rural e urbana da capital paulista”, explica o presidente da Ade Sampa, Renan Vieira.

As inscrições podem ser realizadas até 03 de março de 2023 pelo site www.adesampa.com.br/hortasurbanas.

Written by

Ipiranga Feelings

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shopping Plaza Sul ganha fazenda urbana de 570m² Fazenda indoor produz sem agrotóxicos no Ipiranga
Petiscos do Comida di Buteco no Ipiranga Ator da Globo abre gastrobar no Ipiranga MST abre sacolão popular na Mooca CPI da Enel quer relatos da população
Petiscos do Comida di Buteco no Ipiranga Ator da Globo abre gastrobar no Ipiranga MST abre sacolão popular na Mooca CPI da Enel quer relatos da população
Shopping Plaza Sul ganha fazenda urbana de 570m² Fazenda indoor produz sem agrotóxicos no Ipiranga