Antigo incinerador Vergueiro será renovado como pólo ecológico

Quem passa pela Av. Ricardo Jafet, na altura da estação Santos-Imigrantes, logo se confronta com um polêmico passado: o antigo incinerador Vergueiro. Chamado atualmente de Estação de Transferência Vergueiro, a sede regional da EcoUrbis, empresa responsável pela coleta, transporte, tratamento e destinação de resíduos domiciliares, deu início às promissoras obras de modernização e ampliação do local, que visa se renovar como pólo ecológico ao reduzir os impactos ambientais.

A concessionária ocupa parte do mesmo terreno abandonado do incinerador Vergueiro, construído na década de 60 para queimar o lixo da cidade, o que acabou gerando um grande problema ambiental: o solo é tão contaminado que até hoje inviabiliza planos de ressignificação e ocupação do espaço. Na área vizinha foi construída então a Estação de Transbordo Vergueiro, em 1968, que atualmente serve como um ponto intermediário de seleção e tratamento antes do lixo seguir para os aterros sanitários.

Em meados de 2006 chegou a ser assinado um acordo entre a Subprefeitura Ipiranga e o Instituto São Marcos, que pertencia à faculdade homônima, para que a usina se tornasse um centro cultural focado em educação, tecnologia e meio ambiente. A ideia, porém, não saiu do papel, e a instituição acabou falindo anos depois.

A estação passou por alterações ao longo dos anos, até a EcoUrbis assumir o local em meados de 2004, com concessão vigente por duas décadas. Aparentemente, a empresa se baseia na economia ecológica, termo que une sociedade e meio ambiente através de um planejamento sustentável, equilibrando o uso da natureza e o descarte de materiais em seu ecossistema.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

O novo projeto, consolidado quase no final da gestão, traz em sua concepção uma preocupação e compromisso ambiental maior, que será benéfica para o entorno, reduzindo odores, ruídos e melhorando o paisagismo. Uma das queixas da vizinhança é em relação à estrutura defasada, que não suporta como deveria as 11 toneladas de resíduos coletadas por dia. A presença de pombos, ratos e fortes odores foram os principais apontamentos da população que vive próxima.

As obras deram os primeiros passos em abril de 2021, quando houve remanejamento de 65 árvores da área, enquanto 147 foram preservadas e outras 65 novas espécies foram plantadas. Como compensação ambiental, foram doadas 288 mudas ao Fundo Municipal de Meio Ambiente (FEMA). Desde maio, o canteiro de obras começou a ser montado e agora se encontra num estágio de demolição de estruturas internas e execução da fundação.

A AMLURB (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) prometeu investir R$ 68 milhões nas obras de modernização do Transbordo, que fica em uma área bastante visada por construtoras. O término da modernização está previsto para o dia 19 de maio de 2022.

Cerca de 150 mil litros de água da chuva serão reaproveitados para lavagem do pátio

Foto: divulgação
Foto: divulgação

As principais metas são a cobertura do local, a instalação de uma estação de energia fotovoltaica, unidades de tratamento e emissões atmosféricas (volume de ar do prédio renovado com oito trocas por hora), a criação estações de tratamento de efluentes e reaproveitamento de águas pluviais, o surgimento de operações que visam reduzir pressões atmosféricas e até uma nova logística para o trânsito de caminhões. 

O novo pólo ecológico incluirá visitações guiadas de educação ambiental, nas quais o público, por agendamento, poderá conhecer melhor e acompanhar todo o processo de descarte da empresa, ampliando a conscientização da geração de resíduos de cada pessoa. A empresa divulgou um vídeo com todos os detalhes do projeto.

Foto: divulgação

Horário de coleta

Consulte o horário de coleta na sua rua através do site e faça a sua parte na destinação correta de resíduos: https://www.ecourbis.com.br/coleta/index.html

Foto: divulgação

Como funciona o Cata-Bagulho

O Ipiranga faz parte da Operação Cata-Bagulho, que acontece todos os dias, exceto domingos e feriados. O programa coleta móveis, sofás e colchões na porta ou arredores dos domicílios, desde que o munícipe se programe para deixá-los na calçada antes das 07 horas da manhã e no dia correto em que o caminhão passa.

Segundo a Subprefeitura, todas as ruas são contempladas pelo serviço uma vez por mês. As datas exatas devem ser consultadas em um mapa específico, que deve ser consultado neste link (ou abaixo), seguindo então as seguintes instruções:

  • Abra o link do mapa;
  • Encontre a lupa, digite seu endereço e aperte a tecla enter;
  • Na sequência, clique em cima da sua rua para abrir a aba de datas;

Região conta com ecopontos

Os Ecopontos são locais de entrega voluntária de pequenos volumes de entulho (até 1 m³), grandes objetos (móveis, sofás, etc.), poda de árvore e resíduos recicláveis. Nessas estruturas o munícipe pode depositar o resíduo gratuitamente em caçambas distintas para cada tipo de material. 

É importante que todos cumpram com o papel cidadão de administrar da melhor maneira seu próprio lixo, descartando-o corretamente. Isso é responsabilidade social e ambiental.

Horário de Funcionamento: 

De segunda a sábado: das 6h às 22h
Domingos e feriados: das 6h às 18h

Confira os endereços mais próximos:

Ecoponto: Tereza Cristina
Endereço: Rua Tereza Cristina, 10 x Av. do Estado

Ecoponto: Santa Cruz
Endereço: Rua Santa Cruz, 1452 (Baixo do Viaduto Santa Cruz)

Ecoponto: Vila das Mercês
Endereço: 
Rua Italva, 86

Ecoponto: Comandante Taylor
Endereço: 
Rua Comandante Taylor, 690 (Baixo do Viaduto Comandante Taylor)

Ecoponto: Cambuci/Vila Monumento
Endereço: Av. do Estado x Av. D. Pedro I x Rua Ibiruba

Foto: divulgação/EcoUrbis

Deixe um comentário