Fusca começou trajetória brasileira em fábrica no Ipiranga

Em um passado nem tão distante, havia uma fábrica no Ipiranga que produzia uma das grandes paixões nacionais: o Fusca. O carro chegou ao Brasil na década de 50 e até hoje desperta curiosidade, comoção e suspiros por parte de colecionadores e entusiastas.

O bairro paulistano tem um legado fabril em sua história. Foi exatamente aqui que, em 23 de março de 1953, surgiu a primeira fábrica da Volkswagen do Brasil, mais precisamente na Rua do Manifesto, 1.183 – onde atualmente fica o supermercado atacadista Roldão. Na época, havia apenas 12 empregados na equipe.

A empresa alemã iniciou em solo brasileiro já com a produção de Fusca, com peças importadas do país de origem.

Foto: arquivo/Volkswagen

Enquanto a Volks permaneceu no Ipiranga, foram montados no galpão ipiranguista mais de 2 mil Volkswagens Sedan, chamado de Fusca somente a partir de 1985, e 500 unidades da “Kombinationsfahrzeug“, que no jeitinho brasileiro foi abreviada para Kombi.

Com a demanda crescente, a montadora acabou se mudando para São Bernardo do Campo em 1957, passando a produzir peças nacionais. Foi um grande marco para a cidade, que por décadas acolheu montadoras.

Na época, o Fusca se destacava pelo design, o motor traseiro refrigerado, a resistência mecânica, a capacidade para até cinco pessoas a bordo e o baixo consumo de combustível. Fez sucesso em mais de 60 países e por aqui não foi diferente: virou paixão nacional e item de colecionador.

por 24 anos, o Fusca foi o modelo volkswagen mais vendido do Brasil.

Foto: arquivo/Volkswagen
Foto: acervo/Volkswagen

Entre os anos 1950 e 1980, muita gente aprendeu a dirigir com o Fusca, sendo adotado até mesmo pelas autoescolas. É difícil conhecer alguém das gerações passadas que não tenha ao menos dado uma voltinha no veículo. A memória afetiva do “Fuca“, um dos tantos nomes carinhosos que lhe foi concebido, ainda pulsa entre várias famílias brasileiras.

O modelo deixou de ser produzido no país em 1986, mas a pedidos de Itamar Franco, a fabricação foi retomada para um “chorinho”, que durou de 1993 a 1996.

Em julho do ano passado, a montadora anunciou que o Fusca não seria mais feito no México, marcando assim o fim de sua produção mundial. Um vídeo de despedida com direito a música “Let it Be”, dos Beatles, coloca um ponto final na história da marca.

No dia 22 de junho é celebrado o Dia Mundial do Fusca, data que os entusiastas adicionaram no calendário em 1934, porém, oficializada apenas em 1995. Diversos eventos que resgatam a história do Fusquinha e reúnem apaixonados pelo besouro sob rodas acontecem ao redor do globo. Já o Dia Nacional do Fusca é em 20 de janeiro.

Written by

Ipiranga Feelings

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Shopping Plaza Sul ganha fazenda urbana de 570m² Loja de chocolate no Ipiranga segue conceito bean to bar Fusca: paixão nacional desde 1950 Open bar no Ipiranga tem chopes e drinks por R$ 89,90 Fazenda indoor produz orgânicos no Ipiranga Parque da Independência ficará fechado até setembro
%d blogueiros gostam disto: